9 de out de 2010

Andei comparando a surra de pai e mãe com a surra da vida, a diferença é que a surra dos pais marca o corpo e da vida marca a alma.


Filipe Costa

6 comentários:

  1. Filipe,

    As surras da vida deixam marcas e cicatrizes profundas, que nos acompanham para sempre... As dos pais nos colocam de volta aos trilhos.

    Beijos, você é ótimo

    Carla

    ResponderExcluir
  2. E os dois traumatimam, né?
    Vc anda tão sumido! Abç!

    ResponderExcluir
  3. Não poderia fazer melhor comparação nem mais sábia constatação.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oiie, tudo bom?
    Vim aqui dizer que adorei seu blog! Estou seguindo, me segue?

    gehegih.blogspot.com


    Beijinhos
    Giih

    ResponderExcluir
  5. As surras de pai e mãe a gente ameniza com o afeto, as surras da vida, nem sempre afeto consegue apagar, mas ensina!


    Beeeijos Fe!

    ResponderExcluir
  6. nossa você escreve muito bem !
    Incrivel, muito bem observado.
    Beiijos !

    ResponderExcluir