7 de mai de 2010

Banho de chuva

Ontem eu estava observando algumas crianças brincando na chuva. E naquele momento me vi nelas,brincando,correndo e sujando-me de lama, era uma festa.
Na verdade ainda sinto vontade de fazer essas coisas, sinto saudades desses tempos. Apesar de que eu já passei da minha infância, mas ainda há uma criança dentro de mim que grita pedindo diversão, mas a minha maturidade a impede de brincar um pouco.Por mais que o tempo passe essas lembranças estarão guardadas em minha memória. E isso não deve sair de mim.
Lembrar da minha infância é importante, porque me faz voltar no tempo. Embora não faça tanto tempo que deixei de ser criança. Mas é bom recordar dos bons momentos , no entanto minha infância não foi só coisas boas tive grandes rancores, mas já passaram do meu coração agora só ficaram os sentimentos bons.
Além disso, quando somos crianças acreditamos em tudo, para a gente era tudo bom, maravilhoso e verdade vivemos uma fantasia do mundo que criamos.E hoje vivemos para não acreditar que seja verdade as coisas que presenciamos e assistimos, porque o nosso mundo está cheio de maldades e injustiças.
Atualmente, observamos crianças sendo mortas inocentemente, maltratadas e abandonadas. Por que isso acontece com nossas crianças que sequer tenham culpa das coisas que fazem? Realmente o amor fugiu de algumas famílias... E a infância, de hoje, não é como antes.
Agora imagine: Crianças brincando de armas de fogo, cheirando cola e roubando, pois é, hoje é assim,porém há crianças que tem uma vida saudável,conforto e educação,contudo algumas desconhecem o mais importante: a atenção dos pais.
E mais observo meninas sendo mãe, aí me pergunto o que essas meninas fizeram com sua infância?Que infância elas vão dar para seus filhos se nem elas tiveram a sua.
Aí, pergunto! A culpa é de quem? Dos pais? Das autoridades? Ou das próprias crianças?
Por fim que mundo é esse? Afinal o que estamos plantando para nosso futuro: amor ou ódio? Que infância vamos dar para as nossas crianças, filhos,sobrinhos e netos? Vamos mudar enquanto é tempo.

(Filipe Costa)

14 comentários:

  1. Oi primo, saudades....bjus

    ResponderExcluir
  2. Olá, Filipe.
    Você certamente já ouviu aquela história do marido que escondia os cadáveres das mulheres no armário, não? rs...

    Pois, lendo seu (belo) texto, pensei que somos grandes armários, onde escondemos a criança que somos por dentro, com a diferença, de que a escondemos viva, daí esse desejo (essa necessidade) de sair para a vida!

    Qto a infância e adolescência que temos, sou um tanto radical: assm como construíram o conceito "criança" e "adolescente", chegará o o tempo que tais conceitos serão reescritos. E talvez a nova edição seja piorada daquela a que nós um dia fomos, com chuva, barro, brincadeiras na rua...

    "Ah, que saudade que tenho da aurora da minha vida / da minha infância querida / que os anos não trazem mais!"

    Abraços do amigo,

    ResponderExcluir
  3. Você sempre propondo a reflexão...perante um mundo tão cruel...

    parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  4. Bonito blog, belo texto.. gostei daqui!!!
    Bom fds, to seguindo

    ResponderExcluir
  5. belo texto!!
    adoro seus escritos :D

    beiijo
    *.*

    ResponderExcluir
  6. Oi Filipe...
    Gostei do texto... e tb tenho saudades dos banhos de chuva:)
    Bjão e um domingo super iluminado!

    ResponderExcluir
  7. é, de tudo isso o que da pra concluir é que o "fim" está próximo mesmo... ! Não teria outro argumento...
    é, isso ...
    ... saudade dos tempos em que tudo era mais simples, de não ter tantas responsábilidades e de depender... saudade de quando as pessoas se aproximavam por carinho e não por interesse e quando eu só precisava ser quem eu sou ... Sem mais exigências e blá blá blá .! .

    beeeijo

    ResponderExcluir
  8. Saudadeeeeeeeeeeeee dos meus banhos de chuvaaa!

    Um abração Filipe querido!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. hooo..banhos de chuvaa..que delicia...ai deu saudades da minha infancia...!!
    mas vc está certo temos que tentar mudar emquanto ha tempo!!!
    gostei do seu blog viu?!
    =) sou sua seguidora!!!
    beijos!!

    ResponderExcluir
  10. todos nós temos essa criança!
    e se soubessemos o quão é gostoso ser criança, a gente teria curtido mais ainda nossa infancia!
    ;*** lipe

    ResponderExcluir
  11. Oi amiga Nanda...
    A gente continua gostando das mesmas brincadeiras de criança. A única coisa que muda, é a responsabilidade. Depois de mais velha, é a disposição.
    Brincar na chuva é bom demais!!

    Um grande abraço no coração.

    ResponderExcluir
  12. nossa infância é algo inesquecível, é sempre maravilhoso lembrar essa fase.

    ResponderExcluir
  13. Sim, sim... precisamos mudar. Se aceitas um conselho Filipe, começemos por mudar a idéia de que é a maturidade que nos impede de brincar. Ora, nada mais imaturo que deixar de agirmos espontâneamente por rotularmos atitudes fekizes e desinteressadas em coisas só para crianças. Quem sabe, se as crianças nos virem brincando, não tenham tanta pressa em cresçer...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. A vontade de voltar a se criança às vezes tbm me persegue... adorei teu espaço, dá pra refletir bem com suas palavras!

    tô seguindo =*

    ResponderExcluir